"Rug Pull" foi o golpe que mais cresceu no mercado cripto; veja como evitar


Não podemos negar que o mercado de criptomoedas gerou oportunidades para pessoas comuns ganharem muito dinheiro investindo nessa nova modalidade. Mas, além de ganhos, as criptos infelizmente também abriram as portas para bandidos. Um tipo de golpe comum que afeta muitos investidores neste setor ´r o chamado “rug pull”, um termo em inglês que traduzido significa: “puxada de tapete”.

  • Nubank vai aderir às criptomoedas, revela cofundador David Vélez
  • Golpes globais com criptomoedas superaram US$ 1 bi em prejuízos em 2021

A firma Chainalysis, especializada na geração de dados relacionados ao mercado cripto, revelou que em 2021 cerca de 40% dos golpes envolvendo criptomoedas foi por “puxada de tapete”. Segundo especialistas, essa modalidade de golpe acontece quase diariamente.

Rudá Pellini, cofundador da fintech Wise&Trust lembra que esse foi um golpe muito comum em 2017, quando surgiu a “explosão” de ICOs (oferta inicial para arrecadar fundos de uma criptomoeda). Essa prática voltou a ganhar força recentemente, com projetos de NFT (token não-fungível) e DeFi (finanças descentralizadas).


CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.

O “rug pull” acontece da seguinte forma: o criador de um projeto compra quase todas as moedas e faz a cripto ter uma grande valorização; a alta desperta o interesse de outros investidores, que também adquirem o ativo, fazendo-o valorizar ainda mais; então, o dono do projeto, com a maioria das moedas, vende tudo na alta e faz despencar o preço do token.

Segundo agência americana em 2021 foram mais de 46.000 relatos de pessoas que foram vítimas de golpes envolvendo criptomoedas. O “Rug Pull” representa 40% desse número (Imagem:Reprodução/Envato-LightFieldStudios)

Geralmente, as criptos envolvidas neste golpe estão em corretoras descentralizadas. As transações nessas plataformas acontece sem intermediação; portanto, um reembolso é praticamente impossível.

Rafael Brunacci, gerente da Coinspade; e Lucas Passarini, trader do Mercado Bitcoin, citaram à CNN um exemplo de “rug pull” que chamou muito a atenção da mídia e causou grande prejuízo, envolvendo a squidCoin, inspirada na série Round 6.

“Essa categoria de golpe está geralmente relacionada com moedas digitais cujo nome é ligado a algo que está em alta, como uma série”, explicou Passarini. Round 6 é a série de maior sucesso da história da Netflix, com mais de 100 milhões de visualizações. Por isso, os golpistas se interessaram em criar algo para aproveitar essa popularidade.

Como evitar o “Rug Pull”

De modo a evitar que os investidores caiam nessas categorias de golpes, os especialistas recomendam as seguintes dicas de prevenção:

  • Verifique quem são os desenvolvedores do projeto e se eles são reais;
  • Consulte o “white paper” (documento oficial do projeto de um token);
  • Identifique as comunidades de discussão do Telegram ou Discord;
  • Verifique se as criptos possuem sites falsos ou parecidos com projetos famosos;
  • Identifique se há um marketing excessivo em torno do projeto;
  • Confira se uma única carteira tem a posse da maior parte das moedas do projeto.

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech:

  • Quantos litros de gasolina tem na reserva do tanque do carro?
  • Estes apps com vírus para Android somam mais de 2 milhões de downloads
  • Tesla Cybertruck | Fotos vazadas mostram interior não tão futurista assim
  • Stranger Things | Teoria sugere que Vecna apareceu em outras temporadas
  • Explosão em centro de lançamento da China é descoberta em imagens de satélite



Source link

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.