“Nunca esperei ser homenageado vivo- Ernesto Bartolomeu – Correio da Kianda


Com mais de trinta anos de carreira em Televisão, Ernesto Bartolomeu foi nesta sexta-feira  entrevistado pelo Correio da Kianda, momento depois de ter  passado pelos estúdios da “Rádio Global FM” no programa “Cidade Viva” , onde,  falou da sua tragetória e perspectivas do futuro.

Ao Correio da Kianda, o  jornalista da televisão pública de Angola, Ernesto Bartolomeu  revelou   nunca ter  pensado, um dia,  ser homenageado em vida .

 O Pivot, que   recentemente viu   o centro de conteúdos da TPA ser baptizado com o seu nome, disse ter recebido  este reconhecimento com muita surpresa.

“ Na realidade nós nunca esperamos ser homenageado, de qualquer forma,  esta homenagem  caiu-me  bem, é um reconhecimento de muita dedicação, muito esforço, muita colaboração dos meus colegas, porque sem eles eu não era nada, e fundamentalmente muita fé em Deus. Disse!

Questionado por este Jornal, se espera  um dia chegar a Ministro da Comunicacão Social, de forma peremptória respondeu: “ Eu não tenho ambições Políticas, não quero ser Ministro, eu quer ser Ernesto Bartolomeu na TPA,  e quero ser o fazendeiro Ernesto Bartolomeu. Rematou

Ernesto Bartolomeu, anunciou  para finais do ano,  o lançamento de um livro sobre o seu percurso de vida.

 De acordo com o jornalista, a obra intitulada “Uma vida dedicada ao telejornalismo” vai prestar um contributo para a formação da nova vaga de comunicadores.



Source link

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.