No 30º aniversário daquele órgão: Ministro do Interior ressalta carácter republicano da PIR


No mês do seu 30° aniversário, assinalado a 04 de Junho do corrente ano, cuja cerimónia oficial teve lugar nesta terça-feira, 14, em Kikuxi, município de Viana, o Ministro do Interior, Eugénio Laborinho, prestigiou a efeméride, ao presidir aquele acto marcado por momentos “inesquecíveis”.

Laborinho, que esteve ladeado do Comandante-Geral da PNA, Comissário-Geral, Arnaldo Manuel Carlos, o comissário geral na reforma, Alfredo Ekuikui, Inspector-Geral do MININT, General Simão Wala e outros oficiais generais e comissários do Estado Maior do Exército e do MININT, respectivamente, começou por falar sobre a génese da PIR que, como disse, “surge como corolário do processo de criação de um órgão de especialidade da PNA, que fosse capaz de responder com a máxima celeridade todas as situações de emergência, que de forma directa ou indirecta beliscassem a ordem e segurança dos cidadãos e das instituições”, disse.

Laborinho, que esteve ladeado do Comandante-Geral da PNA, Comissário-Geral, Arnaldo Manuel Carlos, o comissário geral na reforma, Alfredo Ekuikui, Inspector-Geral do MININT, General Simão Wala e outros oficiais generais e comissários do Estado Maior do Exército e do MININT.
(DR)

Eugénio Laborinho, aproveitou o momento que também serviu para encerrar o 9° curso de especialização de Intervenção Rápida para dizer que “considerando a sua especialidade, a PIR tem sofrido diversas transformações, que se adaptam ao paradigma de um estado democrático e de direito, que se funda no respeito dos direitos humanos, impondo uma actuação republicana, assente no princípio de igualdade”, fez saber o dirigente, diante de uma moldura humana considerável que acorreu naquele centro de formação de forças especiais da PIR.

Para terminar, o também General disse que, “nos últimos dois anos, sob orientação do Comandante-Em-Chefe das FAA, o Camarada, João Manuel Gonçalves Lourenço, tudo temos vindo a fazer para a melhoria de condições humanas e materiais, modernizando e rejuvenescendo este importante Órgão da PNA.

Encerramento do 9° curso de especialização de Intervenção Rápida.
(DR)

Estes investimentos, continuou, que irão continuar, justificam-se pela imensa e contínua necessidade de elevação do sentimento de segurança e bem-estar de todos os cidadãos, mediante a criação de condições que permitam elevar os níveis anímicos das nossas forças, melhorando, desta forma, a sua capacidade de reação técnica, táctica e operativa”, concluiu, o responsável.

Sublinha-se que, o acto solene dos 30 anos da PIR foi marcado por atractivos diversos, entre demonstração de defesa pessoal, tiro real, nas suas mais variadas modalidades, inauguração do centro de saúde daquela escola policial, imposição de patentes a mais de mil efectivos promovidos a vários níveis, discursos, desfile das forças em parada e outros.



Source link

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.